VPN é a sigla para virtual private network, ou rede privada virtual em português.

Uma VPN é um tipo de rede especial que, por meio de criptografia, cria uma conexão segura para seus usuários. 

Isso significa que você pode navegar na internet sem se preocupar com que seus dados pessoais sejam expostos ou que suas atividades sejam rastreadas. 

Mas como isso é feito?

Usando um provedor de VPN, você pode navegar na web através de um “túnel” que te dá acesso a um endereço de IP diferente do seu. Em outras palavras, você obtém acesso a conexões de rede a partir de outros lugares do mundo.

Isso faz com que seu endereço de IP e sua localização fiquem ocultos, porque, tecnicamente, você está acessando a internet por meio de um servidor, diferente do seu. 

Ou seja, um serviço VPN proporciona maior proteção, segurança e privacidade aos usuários da internet. 

Nesse artigo, explicaremos em detalhes o que é e como usar uma VPN. Além disso, abordaremos temas como: quão segura é uma conexão de VPN? O que é endereço IP? O VPN te torna anônimo?

Então, para descobrir isso tudo e muito mais, continue lendo esse artigo!  

O Que é e para Que Serve uma VPN?

Em resumo, uma conexão VPN: 

  • Ajuda você a se manter seguro ao usar hotspots públicos de wi-fi.
  • Oculta seu endereço IP (protocolo de internet) em qualquer rede ou wi-fi pública.
  • Aplica criptografia sobre as suas atividades na internet, dando mais segurança, privacidade e proteção para você.
  • Permite a você acessar mais conteúdos de internet e contornar restrições como censura governamental.
  • Também garante que o tráfego da internet não seja rastreado nem registrado, para ser vendido posteriormente pelo provedor de serviços de internet (ISP), agentes publicitários ou intrusos.

Continue lendo para saber como uma VPN funciona!

    Como uma VPN funciona?

    Virtual Private Networks 101

    Uma conexão VPN funciona protegendo disfarçando o seu tráfego e sua localização em qualquer site que você visita na internet.

    Para ocultar sua identidade on-line, a VPN usa um protocolo de criptografia. Além disso, ela redireciona os pacotes de dados através de um servidor em algum lugar do mundo.

    A VPN é uma tecnologia de acesso remoto. Na prática, ela disfarça as suas atividades on-line desviando o tráfego do seu IP para o de algum provedor espalhado pelo mundo.

    Ao fazer isso, uma VPN praticamente impede a leitura do endereço IP do seu usuário. Com esse acesso, parece que você está navegando a partir do local desse servidor da VPN, e não do seu dispositivo.

    É por isso que você pode aparecer em praticamente qualquer lugar do mundo usando uma VPN! Esse recurso melhora amplamente sua privacidade e é um dos dois principais motivos que tornam a conexão VPN tão útil seja para empresas como para usuários comuns.

    O outro motivo é a segurança na internet. Vamos falar mais disso logo a seguir.

    Como uma rede privada virtual protege seu tráfego

    A analogia da agência postal cega:

    Como exemplo, imagine uma agência de correio que não conhece seu nome, seu sobrenome ou seu endereço. O funcionário do escritório recebe e envia carta que contém apenas uma informação sobre você: seu ID de cliente. O correio gerou esse ID especialmente para você e ela permanece confidencial.

    Quando você recebe uma carta, o funcionário do correio identifica você usando essa ID e encaminha a correspondência diretamente a você. Neste exemplo, tudo isso acontece através de um tubo super secreto que liga sua casa ao escritório.

    Da mesma forma, você pode pedir a este mensageiro para enviar uma carta para qualquer pessoa no mundo. O mensageiro pegará sua carta, anexará seu ID de cliente, colocará o endereço do correio nela e a enviará. Para o destinatário, a carta veio do correio e não de você (a menos que você tenha assinado).

    Para proteger o conteúdo da correspondência e seu ID, essas cartas são traduzidas para uma linguagem que apenas você e o funcionário do correio podem entender. Portanto, mesmo que alguém tenha pegado sua correspondência, não poderá lê-la.

    A explicação técnica:

    How a virtual private network secures your traffic: The technical explanation

    Uma conexão à internet protegida por VPN

    Quando você se conecta à internet por uma rede VPN, ela estabelece um túnel virtual seguro (ou seja, uma conexão segura) com um dos seus servidores.

    Esse túnel é então usado para transferir todas as suas atividades na internet originadas de seus aplicativos e sites.

    Mas a conexão VPN vai um passo além. Para garantir que o acesso através do túnel tenha segurança e privacidade, o cliente e o servidor VPN criptografam seus dados.

    A criptografia aplicada pelo serviço de proteção transforma os dados em um código embaralhado e ilegível para partes externas. Isso é feito usando uma chave compartilhada (veja mais sobre isso abaixo).

    Os usuários e o servidor VPN fazem isso cada vez que os dados passam pelo túnel criptografado. Assim, nenhuma parte externa pode espionar seu tráfego e rastrear suas atividades on-line.

    Quando os dados passam, eles são reorganizados novamente, ou seja, descriptografados em um texto legível.

    Dessa forma, a VPN garante que seu endereço IP e sua localização permaneçam ocultos para o provedor de serviços de internet e sites de terceiros, protegendo seu acesso à internet.

    O que é um servidor VPN?

    What is a VPN server?

    Então, eu já falei dos servidores VPN várias vezes, mas o que eles são?

    Um servidor VPN é apenas um servidor padrão configurado com um software VPN, programado para lidar com o redirecionamento de dados e a criptografia.

    Só pessoas com software do provedor de VPN podem se conectar a um servidor dessa rede VPN.

    Se você tentar se conectar a um servidor VPN, ele solicitará uma autenticação de que você tem um cliente VPN instalado em seu dispositivo.

    No seu acesso, todo o tráfego passa por esse servidor. Pessoas de fora só enxerga um monte de dados desordenados da internet, aleatórios, entrando e saindo do servidor. Assim, sua localização continua desconhecida.

    Para saber como a rede virtual privada da Surfshark é ampla, você pode consultar nossa lista completa de servidores por localização.

    O que uma VPN pode fazer por você?

    What can a VPN do for you?

    Uma VPN é uma das melhores ferramentas que um usuário da internet pode ter. Essa conexão pode fazer diversas coisas por você.

    Tanto pessoas comuns como empresas podem se beneficiar de conexões mais seguras e privadas.

    No caso de empresas, isso é muito mais sério. Por exemplo, qualquer empresa hoje em dia transfere diariamente dados sigilosos, como contratos, informação de clientes, 

    Assim, o acesso a uma rede virtual privada é uma das ferramentas mais necessárias para empresas hoje em dia.

    Continue lendo para saber como uma VPN pode ajudar você no seu dia a dia!

    • A VPN protege você no wi-fi de redes públicas

    O wi-fi público gratuito pode ser útil se você estiver em trânsito. Lamentavelmente, é inseguro e torna você vulnerável mesmo a um ataque cibernético simples.

    Uma VPN ajuda a proteger seus dados pessoais em wi-fi públicas. É muito comum usar essas redes em aeroportos, cafeterias, eventos, shopping centers ou lugares que você frequenta.

    É uma das ferramentas mais úteis para ocultar seu IP e sua atividade na web quando você deseja acessar informações confidenciais em público, como banco, e-mails ou ativos criptográficos.

    Para se aprofundar mais, leia nosso post sobre como contornar restrições de wi-fi com VPNs em 2022.

    • Uma VPN mascara o histórico de navegação e torrent

    Ocultar seu endereço IP é essencial para garantir a privacidade on-line na rede. Uma rede privada virtual garante que seu local, hábitos de navegação e histórico de torrents não sejam vinculados diretamente à sua identidade.

    Dessa forma, você pode navegar com privacidade e tranquilidade, sem terceiros em sites suspeitos tentando orientar suas escolhas e rastrear seu IP.

    • Uma VPN desbloqueia sites bloqueados e censurados

    O acesso a certos tipos de site é restrito em muitos países devido à censura e ao bloqueio geográfico. Você pode desbloquear sites conectando-se a um servidor de VPN localizado em um país diferente.

    Isso permite que você contorne a censura da internet e várias restrições geográficas para conteúdo, mídia social, sites, denúncias ou até mesmo para fins de pesquisa.

    • Uma VPN ajuda a fazer streaming da Netflix de forma privada

    Com uma VPN, você pode permanecer seguro enquanto assiste Netflix e usar outros serviços de streaming como Hulu, Disney+, HBO Max.

    Nossos servidores ultrarrápidos e a largura de banda ilimitada garantirão uma experiência de streaming rápida e sem buffer.

    Assim, você pode manter a privacidade ao assistir seus filmes e programas favoritos! Saiba mais sobre como fazer streaming com privacidade usando VPNs

    Aviso de isenção de responsabilidade: A Surfshark não incentiva o uso de VPN de modo que possa violar os termos de serviço de provedores de serviços de streaming.

    • Uma VPN ajuda você a evitar a discriminação de preços

    Qualquer site, hoje em dia, faz uso de sua localização e seus cookies para ajustar os preços de seus produtos e serviços. Desse modo, você pode economizar dinheiro usando conexões VPN.

    Com uma rede privada virtual, você pode evitar essas práticas de marketing. Assim, usar uma VPN pode fazer você economizar dinheiro em comprar on-line, como em passagens de avião por exemplo.

    Navegação sem uma VPN: o que torna seus dados valiosos?

    Browsing without a VPN: what makes your data valuable?

    Ao navegar na web, você envia e recebe pacotes de dados constantemente. Esses pacotes contêm seu endereço IP, pois precisam saber aonde ir e voltar.

    Sem uma rede privada virtual, seu provedor de serviços de internet (ISP) e os sites podem ver para onde esses pacotes viajam e o que eles contêm. Isso lhes permite monitorar, registrar e posteriormente vender essas informações. 

    Por que eles têm interesse? Seus dados são valiosos para agentes publicitários e fornecedores de outros serviços porque revelam padrões em suas ações, como curtidas, passatempos e interesses. Isso pode ser usado posteriormente para criar ofertas de um produto que você tem mais probabilidade de comprar. 

    A quantidade de informações que essas empresas coletam e armazenam também se tornou um risco à privacidade. As violações de dados acontecem o tempo todo, afetando bilhões anualmente.

    Todas esses dados finalmente acabam na dark web. Isso pode levar a campanhas de phishing em massa e mesmo ao roubo de identidade. Por isso, é melhor proteger seus dados e sua privacidade em primeiro lugar!

    O que é um endereço IP e por que outras pessoas podem vê-lo?

    What is an IP address, and why can others see it?

    Um endereço IP (Protocolo da Internet) é uma etiqueta digital usada para conseguir a comunicação entre redes. Ele serve para identificar:

    • O host (você);
    • Sua localização na rede para saber aonde deve enviar as informações.

    Isso significa que, sem uma VPN, os pacotes de dados que viajam pela internet sempre exibem seu endereço IP. Ele fica visível para a maioria dos serviços on-line, permitindo que os sites obtenham informações sobre você.

    Uma VPN oculta seu endereço IP e sua localização porque você está, tecnicamente, acessando a internet por um servidor da rede VPN. É para esse servidor que os dados vão antes de ser criptografadas e chegar a você pelo túnel confiável, adicionando uma camada de proteção.

    Uma VPN me torna anônimo?

    Does a VPN make you anonymous?

    Não, uma VPN não torna você anônimo. E não acredite em ninguém que diga o contrário.

    Vamos esclarecer uma coisa, sem camuflar a verdade: o anonimato na internet é uma fantasia. Sim, você leu certo. Não existe uma maneira real de ser anônimo na web

    Para saber mais sobre isso a fundo, leia nosso post sobre anonimato com VPN.

    No entanto, uma VPN melhora, e muito, sua privacidade on-line. Veja a seguinte tabela que mostra o que uma VPN faz e não faz:

    Com uma VPN
    Sem uma VPN
    Endereço IP
    Oculto
    Exposto
    Localização
    Oculto
    Exposto
    Hábitos de navegação
    Oculto
    Exposto
    Tráfego da internet
    Criptografado
    Exposto
    E-mail que usa para se inscrever
    Exposto
    Exposto
    Informações do cartão de crédito usado para compras
    Exposto
    Exposto
    Pesquisas quando conectado à sua conta do Google
    Exposto
    Exposto
    Informações compartilhadas em redes sociais
    Exposto
    Exposto
    Anúncios direcionados
    Mínimos
    Muito frequentes

    O que uma VPN oculta e o que ela não oculta

    Em outras palavras, não há o que fazer se você for descuidado. Uma VPN pode ajudar você a evitar ser rastreado, mas ela não o ajudará se você exibir suas informações abertamente na web. Por isso, esteja ciente do que você próprio revela a seu respeito!

    O que é a criptografia e como ela funciona?

    Um processo de criptografia visualizado.

    Já mencionamos a criptografia várias vezes, mas vamos dar uma olhada em seu funcionamento.

    A criptografia é o que a VPN usa para codificar e proteger seus dados. Para qualquer outra pessoa, uma mensagem criptografada fica totalmente ilegível, a menos que ela tenha uma chave compartilhada para decifrá-la.

    O cliente e o servidor da VPN geram e trocam essa chave quando você se conecta pela primeira vez à VPN.

    Cada vez que seus dados passam pelo túnel criptografado, eles são embaralhados e posteriormente desembaralhados usando essa chave.

    Quão potente é a criptografia? Isso depende do algoritmo de criptografia que você usa e do protocolo de VPN (discutido abaixo) com o qual você o emparelha.

    A cifra AES de 256 bits é considerada o melhor algoritmo de criptografia, usado pelo governo dos Estados Unidos, pela NSA e pelos provedores de serviços de VPN mais confiáveis, incluindo a Surfshark.

    Quão segura isso torna uma VPN?

    Resposta curta: muito segura.

    Resposta longa: fica mais interessante.

    A maioria das medidas de segurança se baseia em serem demasiado cansativas para serem quebradas. Por exemplo, uma sessão criptografada pode levar até trilhões de anos (dependendo do computador usado) para decifrar por meio de “força bruta”, ou seja, tentando adivinhar a chave certa. 

    Mesmo que alguém conseguisse quebrá-la, muitos provedores de VPN como a Surfshark implementaram algo chamado de Perfect Forward Secrecy (PFS). Isso significa que o cliente da VPN gera uma nova chave a cada período definido (cerca de 7 minutos).

    Com o PFS, quebrar uma sessão criptografada revelaria apenas o que aconteceu nesses 7 minutos. Após a geração de uma nova chave, você precisaria quebrá-la novamente.

    Em outras palavras, os fraudadores e hackers não se preocupariam em quebrar uma conexão criptografada. Eles atacam pessoas que não se protegem on-line e nos hotspots de wi-fi público.

    Protocolos de VPN (Virtual Private Network)

    VPN protocols

    Os protocolos são uma parte importante da segurança de VPN. Eles possibilitam a conexão com o servidor da VPN. São conjuntos de regras que determinam de que maneira suas conexões de VPN funcionam do começo ao fim. 

    Contrariamente à crença popular, um protocolo de VPN não produz grande impacto na velocidade, estabilidade e segurança de sua conexão. No entanto, os protocolos podem ser úteis em diferentes situações e funcionarão de forma diferente para cada dispositivo! Veja alguns tipos de protocolo que você pode encontrar:

    • OpenVPN 

    OpenVPN é um protocolo de VPN open-source. Ele é rápido, seguro e compatível com muitos roteadores. Dado que é open-source, seu código tem sido analisado amplamente por especialistas em segurança cibernética ao redor do mundo. Geralmente, ele tem um desempenho pior do que o IKEV2 e o WireGuard.

    Disponível em: Windows, macOS, Android, iOS, Linux e BSD.

    • Wireguard®

    O WireGuard® é um protocolo relativamente novo, criado para superar o OpenVPN e o IPSec em uso de energia e desempenho com apenas 4.000 linhas de código.

    Disponível em: Windows, macOS, Android, iOS, FreeBSD, NetBSD, OpenBSD e outros.

    • IKEv2/IPsec

    O Internet Key Exchange versão 2 (IKEv2) está no mesmo nível de qualidade que o WireGuard. Ele pode superar outros protocolos em termos de velocidade ao alternar entre redes e conexões de distâncias mais curtas, o que o torna popular entre os usuários móveis.

    Disponível em: Windows, macOS, Android, iOS, Linux, Blackberry, Unix e outros.

    • PPTP e LT2P/IPSec

    Ambos são protocolos de tunelamento muito desatualizados, e recomendo evitá-los. Embora rápidos, eles não oferecem nem a segurança nem a confiabilidade do OpenVPN, IKEv2 ou WireGuard.

    Disponível em: Windows, macOS, Android, iOS.

    • SSTP

    O SSTP é um protocolo de tunelamento em vez de um protocolo de VPN, o que significa que não possui a funcionalidade do OpenVPN, IKEv2 e WireGuard. Embora seja considerado relativamente seguro e fácil de usar, seu código nunca foi auditado, e ocorrem problemas ao trabalhar com outros sistemas operacionais como Mac OS.

    Disponível em: Windows, Linux, BSD.

    • Shadowsocks

    O Shadowsocks não é um protocolo de VPN, e sim um proxy de tunelamento. No entanto, ele pode funcionar como protocolo em clientes de VPN. Foi criado com o único objetivo de superar o “The Great Firewall” da China. Ele é rápido, difícil de detetar e pode ser usado para contornar a censura imposta pelo governo.

    Disponível em: Windows, macOS, Android, iOS, Linux.

    Como escolher um serviço de VPN

    Antes de escolher um provedor de serviços de VPN, há algumas coisas importantes a serem consideradas: 

    • Cobertura dos servidores. Um provedor de VPN sólido deve possuir uma boa cobertura do servidor de VPN em todo o mundo. Isso fornecerá a você mais localizações para escolher e diminuirá a carga do servidor.
    • Criptografia da VPN. Um algoritmo de criptografia de VPN seguro é essencial. Certifique-se de procurar a cifra AES-256, um padrão atual no setor.
    • Carga do sistema. Se não houver servidores suficientes para equilibrar a carga dos usuários, as velocidades de conexão serão prejudicadas e se tornarão lentas.
    • Protocolos de VPN. Os protocolos são vitais para a segurança da VPN, e você pode escolher entre vários deles. Eu recomendo procurar serviços que ofereçam OpenVPN, IKEv2 ou WireGuard.
    • O Multi-hop é um recurso de VPN que direciona o tráfego através de vários servidores ao mesmo tempo. Ele não é fundamental, mas pode dar um impulso adicional à segurança on-line.
    • Servidores de VPN obscuros. Quando ofuscado (um termo chique para tornar algo obscuro), um servidor de VPN fará com que seu tráfego pareça com tráfego regular da internet. Isso ajuda a contornar os bloqueadores de VPN e vencer no esconde-esconde contra os provedores de internet.
    • Suporte ao dispositivo. Antes de comprar uma VPN, certifique-se de que ela é compatível com o dispositivo que você deseja proteger. É normal cometer esse erro. Todos nós já passamos por isso.
    • Os servidores somente RAM estão se tornando uma necessidade primária para qualquer serviço de VPN. Quando executados em RAM, os servidores apagam automaticamente todos os dados sempre que desligados.
    • A Política de privacidade é uma das partes mais importantes de qualquer serviço de VPN. É um sinal de alerta imediato se seu provedor de VPN não tiver uma Política de privacidade ou se ele estiver registrando informações confidenciais sem qualquer motivo declarado.
    • Tipos de VPN. Basicamente, existem dois tipos de VPN: site a site e acesso remoto. O segundo usa a conexão de internet para ligar o usuário ao servidor remoto. VPNs site a site são mais comuns para empresas, criando uma ponte virtual entre redes de escritórios em diferentes localizações.

    Como configurar uma VPN

    A configuração de uma VPN não pode ser mais fácil. Recomendamos fazer download de aplicativos nativos, mas você sempre pode escolher a configuração manual se tiver mais experiência em tecnologia.

    Para obter um guia mais detalhado, confira nosso artigo em Como configurar uma VPN em qualquer dispositivo.

    Como Usar VPN no Celular

    Uma rede virtual privada também pode ser usada para aumentar sua segurança em dispositivos móveis, sejam smartphones ou tablets. Assim, uma VPN possibilita uma conexão segura em qualquer lugar.

    Para acessar redes VPN no celular, o processo é muito simples e se parece com a instalação de qualquer aplicativo. Para ter uma conexão segura no seu smartphone ou tablet, siga os passos abaixo:

    • Procure e instale o aplicativo no seu smartphone ou tablet
    • Crie uma conta no provedor VPN. Dependendo do tipo de serviço, ela poderá ser uma conta gratuita ou paga.
    • Caso necessário, vá nas opções e configure a conexão VPN no seu dispositivo.
    • Abra o provedor de VPN, selecione a localização que deseja e você será conectado automaticamente.
    • Ao navegar na internet, você já estará usando o serviço e terá toda a segurança do provedor de VPN.

    Se você quer mais privacidade e proteção para sua conexão móvel, considere usar uma VPN. Apesar de existirem vários provedores de VPN, apenas alguns deles possuem suporte para dispositivos móveis.

    A Surfshark oferece suporte para todos os tipos de dispositivos, de PCs e Mac para smartphones e tablets. Possuímos mais de 3.200 servidores espalhados por 65 países no mundo.

    O que é uma VPN sem registro?

    What is a no-logging or a no-log VPN?

    Sem registro significa lidar com os dados pessoais do usuário sem manter registros de sua atividade on-line.

    Ou seja, uma VPN sem registro não coletará dados sobre sua atividade na internet.

    • Seu endereço de IP
    • Seu tráfico de rede
    • Seu histórico de navegação
    • Dados da sua largura de banda
    • Registro de data e hora de conexão
    • Informações da sessão

    Dessa forma, ela garante a proteção da conexão on-line e a navegação tranquila pela internet.

    E, falando sobre navegar com tranquilidade, agora você tem o conhecimento para ter sua privacidade on-line em suas próprias mãos.

    A Surfshark é uma VPN que inclui todos os recursos mencionados neste artigo. Além disso, nos esforçamos constantemente para fornecer a melhor experiência para o usuário. 

    Se você quiser saber mais sobre redes privadas virtuais ou segurança e privacidade, confira nosso blog para obter mais conteúdo sobre segurança cibernética.

    Navegue com segurança com o Surfshark

    Aposto 30 dias como você vai gostar

    Começar

    Quais dispositivos são compatíveis com a VPN?

    A compatibilidade dos dispositivos sempre depende do provedor de VPN. O Surfshark é compatível com aplicativos e plugins na maioria dos computadores e dispositivos móveis, smart TVs e consoles:









    Se uma VPN ocultar suas informações, isso é legal?

    A resposta curta é sim. As VPN são legais na maioria dos países. No entanto, ainda é contra a lei usar uma VPN para atividades ilegais.

    Alguns países proíbem o uso de VPN por motivos políticos e legislativos, como controle do acesso à internet e redução da liberdade de expressão. Contudo, a maioria dos países não proíbe seu uso.

    Leia mais sobre Legalidade das VPNs e uma lista de países que proíbem ou restringem o uso de VPN.

    O que é um navegador web VPN? Posso usar?

    Um navegador VPN é um navegador web com um protocolo de VPN incorporado que protege os recursos de navegação dos usuários. Nem tudo que é propagandeado como um navegador VPN é um de verdade. Alguns são só navegadores privados. Esses são os navegadores VPN dos quais você provavelmente já ouviu falar:

    Opera

    Um dos principais players do mercado de navegadores, o Opera vem sim com um plugin de VPN. Claro, como todo VPN baseado em navegador, ele só protege o tráfego do seu navegador.

    Epic

    Epic é um navegador focado em privacidade que armazena muito pouco e apaga tudo quando é fechado. Agora ele vem com um recurso de VPN.

    Tor Browser

    Não é um navegador VPN mas tem casos de uso de privacidade semelhante. O Tor é necessário para acessar a rede Tor. Ele não tem recurso VPN; em vez disso, ele confia na rede Tor para privacidade.

    Brave

    Brave é um navegador baseado em Chromium com uma VPN que vem como recurso premium (e só para usuários do iOS). Então seu apelo dificilmente é universal.

    UR Browser

    O UR Browser é um navegador baseado no Chromium feito pela AdaptiveBee. Ele diz oferecer funcionalidade VPN, mas alguns especialistas em segurança on-line argumentam que a VPN do UR Browser foi previamente apenas um proxy nçao criptografado.

    Orfox

    Orfox era um navegador baseado em Tor para Android. Era. Quando a Tor Project lançou o Tor Browser para Android, o projeto foi descontinuado.

    Uma VPN pode tornar minha conexão de internet mais rápida?

    Em alguns casos, se você estiver transmitindo ou fazendo download, seu ISP pode estrangular, ou seja, diminuir a velocidade de sua conexão com a internet. Eles fazem isso para economizar e distribuir largura de banda entre seus usuários de internet. Mas como a VPN oculta seu tráfego, o provedor de serviços de internet não tem as informações necessárias para diminuir a velocidade.

    No entanto, na maioria dos outros casos, a VPN não tornará sua conexão mais rápida, já que ela adiciona etapas extras para acompanhá-la. Por padrão, o processo prolongado pode diminuir a velocidade de sua conexão, mas dificilmente seria perceptível.

    Quanto custa uma VPN?

    Os preços das VPNs variam entre os diferentes provedores de VPN. Para ilustrar isso, veja aqui uma tabela comparativa dos preços de algumas VPNs mais reconhecidas:

    Período de tempo Preço por mês (USD)
    Surfshark NordVPN ExpressVPN Acesso privado à internet
    3 anos 2.19
    2 anos 2.49 3.67
    1 ano 4.92 8.32 3.33
    6 meses 6.49 9.99
    1 mês 12.95 11.95 12.95 9.95

    Não posso simplesmente usar uma VPN gratuita?

    Uma VPN usa servidores para redirecionar suas informações. Milhares desses servidores estão espalhados por todo o mundo, e eles têm custo de configuração e manutenção. O mesmo acontece com os desenvolvedores e todos os outros que trabalham para manter a VPN em funcionamento.

    Em outras palavras, as VPN gratuitas não existem porque nenhum serviço de VPN é gratuito para manter. É tudo uma questão de onde o serviço de VPN está obtendo seu financiamento. Existem três maneiras principais de fazer isso:

    1. Configurar uma assinatura
    2. Bombardear o usuário com anúncios
    3. Coletar e vender as informações do usuário

    Frequentemente, uma VPN “gratuita” realiza os pontos dois e três simultaneamente. Por isso, tome cuidado ao escolher um provedor de serviços de VPN!

    Devo deixar a VPN ligada o tempo todo?

    Sim. Idealmente, você sempre deve usar uma VPN. As ameaças de segurança cibernética são muito mais comuns do que as pessoas pensam.

    Se você usar uma VPN, seu dispositivo, o tráfego de rede e a atividade de navegação permanecerão sempre protegidos.