Altere o idioma
DeutschEnglishEspañolFrançaisItalianoNederlandsPolskiPortuguêsSuomiTürkçeРусскийУкраїнська한국어简体中文繁體中文日本語
Cancelar
Carregando...
Protegido

Nenhum vazamento de WebRTC detectado

A Surfshark está protegendo você de vazamentos de WebRTC.

O recurso WebRTC está desativado ou indisponível
Local
IPv4 público
Sem vazamentos
Vazamento em potencial
Endereço IP
Tipo
Status

Suas informações privadas podem estar comprometidas, mesmo se estiver usando uma VPN.

O que é WebRTC?

WebRTC é uma tecnologia necessária para que aplicativos de voz e conversa, como o Google Hangouts ou Discord, possam funcionar melhor e rodar mais rápido nos navegadores.

WebRTC significa Web Real Time Communication.Como o próprio nome sugere, essa tecnologia permite a comunicação em tempo real entre navegadores sem precisar de um servidor intermediário (após a conexão ser estabelecida). Os benefícios do recurso WebRTC incluem:

  • Ele reduz o tempo de atraso para conversas por vídeo, por áudio, transmissões ao vivo e até compartilhamento de arquivos grandes
  • Ele é gratuito tanto para uso pessoal quanto comercial
  • Ele utiliza tecnologia que está constantemente evoluindo
  • Ele é um software de fonte aberta, ao contrário de uma extensão ou plugin
  • Ele está disponível para aplicativos móveis
  • Ele é uma excelente opção para serviços de chamadas em grupo e webinars
  • Ele oferece melhor qualidade de som, ao contrário do Flash, com configurações de microfone integradas e ajustáveis

Embora o WebRTC tenha sido originalmente desenvolvido pela Google, muitos navegadores suportam esta tecnologia, incluindo Microsoft Edge, Mozilla Firefox, Opera, Google Chrome e Safari.

O WebRTC é particularmente mais conhecido por sua capacidade de melhorar as conversas por vídeo e áudio, mas também é uma ferramenta útil para outras aplicações, como transferência de dados.

O que significa ter um vazamento de WebRTC?

Um vazamento de WebRTC é a visibilidade do endereço IP, que pode representar um grande risco de segurança para o usuário final. Vazamentos de WebRTC acontecem quando você tenta estabelecer comunicação por vídeo ou áudio com outra pessoa através de um navegador que usa tecnologia WebRTC. O navegador revela então seu endereço IP – é por isso que é chamado de vazamento.

Então um vazamento de WebRTC é inevitável?

Se o WebRTC estiver ativado no seu navegador e você estiver em um site que usa o recurso, seu endereço IP real ficará visível e, portanto, estará sendo vazado. A única maneira de evitar um vazamento de WebRTC é desativá-lo no seu navegador (detalhes de como fazer isso mais tarde).

Um vazamento de WebRTC representa uma ameaça para quem?

Um vazamento de WebRTC representa uma ameaça para qualquer pessoa que estiver usando uma VPN (rede privada virtual) ou que simplesmente prefira manter sua identidade online no anonimato. Ter uma VPN ao usar serviços com tecnologia WebRTC despreza de certa forma o propósito de uma VPN. O problema está mais no navegador do que na VPN – como você vai aprender mais tarde, o Safari é bem seguro quando se trata de vazamentos de WebRTC.

6 passos para confirmar um vazamento de WebRTC (com uma VPN ligada ou desligada)

Para testar se seu navegador está vazando seu endereço IP, use qualquer verificador de vazamentos de WebRTC online (tem um também no topo desta página). Se o verificador de vazamentos de WebRTC sugerir que há um vazamento, aqui estão 6 passos para confirmar se isso é 100% verdade ou não.

  1. Desconecte-se da VPN.
  2. Abra uma nova página em outra janela e consulte seu endereço IP digitando simplesmente "qual é o meu IP" na barra de pesquisa do navegador.
  3. Anote todos os endereços IP que aparecerem.
  4. Feche a página.
  5. Reconecte-se à VPN e reabra a página.
  6. Caso veja qualquer um dos mesmos endereços IP públicos ao se reconectar à VPN, existe um vazamento. Caso contrário, seu endereço IP está seguro.

Como se proteger de vazamentos de WebRTC?

Você pode desativar um pouco da funcionalidade do WebRTC nas configurações do navegador. Nas seções a seguir, você verá como fazer isso no Google Chrome, Safari e Firefox.



Como desativar o WebRTC no Google Chrome?

É melhor usar uma extensão para desativar o WebRTC no Chrome, porque fazer isso manualmente pode causar danos à funcionalidade do navegador. Aqui estão duas extensões que você pode usar:

  • Limitador de rede WebRTC é uma extensão oficial da Google que mexe com as configurações do WebRTC para interromper qualquer vazamento de IP, sem bloqueá-lo completamente. Como o Limitador de rede WebRTC não bloqueia completamente o WebRTC, os serviços que usam WebRTC continuarão a funcionar no seu navegador.
  • O uBlock Origin não é dedicado somente ao WebRTC, mas possui um recurso para desabilitá-lo no seu navegador.

Como desativar o WebRTC no Safari?

O Safari cuida de vazamentos de WebRTC melhor do que outros navegadores, impedindo sites de acessar sua câmera e microfone por padrão. No entanto, ainda é possível desabilitá-lo no navegador para um cuidado extra.

1. Acesse Safari > Preferências. Verifique “Mostrar menu Desenvolvedor na barra de menus”.

2. Você verá uma nova seção chamada Desenvolvedor na barra superior de menus.


3. Selecione WebRTC e depois clique em Desabilitar restrições de candidato ICE.

Agora você tem proteção contra vazamentos de WebRTC!

Atenção: sites que usam WebRTC para seus serviços não vão funcionar!

Como desativar o WebRTC no Firefox?

É possível desabilitar o WebRTC nas configurações do navegador seguindo estas etapas:

1. Digite isto na barra de endereços e clique em Enter: about:config

2. Clique em "Aceitar o risco e continuar".

3. Clique em "Mostrar tudo".

4. Você verá esta janela com uma lista de várias configurações. É melhor não mexer nelas.

5. Digite isto na barra de pesquisa:media.peerconnection.enabled

6. Clique no botão à direita (marcado na captura de tela abaixo). Agora, ele deve indicar "falso".

E tudo pronto! Você desativou o WebRTC no Firefox com sucesso.

Atenção: sites que usam WebRTC para seus serviços não vão funcionar!



Tenha tranquilidade ao proteger suas informações pessoais

Os navegadores têm a capacidade de armazenar uma infinidade de informações por longos períodos de tempo sem o seu conhecimento. Simplesmente restaurar seu navegador ou excluir seu histórico e cookies não resolverá o problema. É aqui que a Surfshark entra.

Nossos engenheiros dedicados estão sempre pesquisando novas avenidas e cenários para a ocorrência de vazamentos de WebRTC. Assim que uma vulnerabilidade é identificada, eles rapidamente desenvolvem correções eficazes para garantir que sua privacidade esteja sempre protegida.

Mantenha-se em segurança online com a Surfshark VPN

E obtenha uma garantia de reembolso de 30 dias

Proteja sua vida digital

Economize 81% hoje

Obter a Surfshark VPN

Este site usa cookies. Para saber mais, acesse nossa Política de privacidade.

Aceitar